Pedestal

É triste o Pedestal, Onde o nome do artista, Já mal se pode ler à sombra. É triste o Pedestal, Que a água corrói, E o brilho se foi. É triste o Pedestal, Onde ergues e enxergas, A estátua do teu ser. É triste o Pedestal, Em que a escada foi tua, E o polimento,meu.... Continue Reading →

Powered by WordPress.com.

Up ↑