Check Cultural – São Valentim

É dia 15 de Fevereiro ladieeessss!

Ressaca do “Dia dos Namorados” uh? Quase uma coisa estilo “after-party”. Para quem é solteiro, o verdadeiro alívio.

É verdade, acabou. Só para o ano! É como o Natal.

Se concordarem comigo, este dia parece mais o dia “delas” do que deles… Efectivamente a designação “Dias dos Namorados” é perfeita. É o dia deles agradarem “a elas”. Devo dizer que levei um reality check do meu mais-que-tudo pela manhã quando referiu que “não se vêm mulheres de garrafas de cerveja na mão” neste dia mas homens carregados de flores e chocolates. Não me dei ao trabalho de contra-argumentar.

Bom mas vamos a curto Check Cultural sobre este dia de celebração do amor. Sim… Porque este dia que celebramos alegremente surge no seguimento de uma morte. É verdade… E não foi propriamente uma morte “por amor”, qual Romeu e Julieta.

ALERTA MOMENTO CULTURAL

Algures no Século III, o Imperador Cláudio I, que tinha imensa vontade de formar um poderoso exército, proibiu a celebração de casamentos. Acreditava, o senhor, que assim os seus militares estariam mais focados e empenhados. Ora pois claro, um Bispo mais rebelde, e de seu nome Valentim, contrariou as ordens do Imperador e, às escondidas, continuou a celebrar casamentos. Obviamente foi descoberto, et voilà! Foi condenado à morte.

Enquanto esperava a sua execução foi recebendo flores e postais enviados por anónimos (estão a ver a relação?). Agora, conta a história também que a filha do carcereiro de Valentim, que era cega, pediu ao pai que a deixasse ir visitá-lo, por curiosidade. Quando se aproximou de Valentim, recuperou a visão por milagre e apaixonaram-se. Valentim foi, de qualquer forma, executado no dia 14 de Fevereiro do ano que decorreria. Deixando cartas apaixonadas à sua amada sempre com a terminação “Do teu Valentim”.

Assim surge “São Valentim”.

Portanto, este dia que celebramos como o dia Internacional do Amor, marca a data de uma execução. A execução de alguém que não negou a união amorosa de casais em tempos de guerra e não negou a si mesmo, nem à amada, esse mesmo privilégio. Até ao fim.

Celebrem sempre, todos os dias. As flores no dia 14 de Fevereiro estão super inflacionadas. Já a cerveja, às vezes até tem desconto!

Até já,

Pandoritah

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: