Jantarinhos de Natal e Amigos Secretos

Vamos falar abertamente sobre este assunto, que se torna, literalmente, uma questão problemática neste mês tão incrível que é Dezembro.
Já têm os jantares e almoços de Natal todos marcados?
Se até agora ainda não marcaram todos e começam a entrar em pânico com a vossa disponibilidade de agenda podem descansar… Façam como os espanhóis e abram as prendas em Janeiro. Que é como quem diz, agendem os restantes para Janeiro que ainda conta. 
No entanto, animem-se corações e alminhas doces deste mundo pois…
ESTÁ ABERTA A ÉPOCA OFICIAL DOS AMIGOS SECRETOS! (Ou amigos invisíveis, ou amigos X, ou elefantes brancos …)

É verdade… Chegou a época desta espécie sair à rua.
Como identificá-los:

  • Andam com pequenos papéis com nomes aleatórios escritos nas carteiras ou, agora mais avançado, o sistema de e-mail/n.º de telm para não deixar pistas e ser realmente aleatório;
  • Vão às lojas e afirmam várias vezes: “Ólha que é só até 5 euros!”, “Mas eu não conheço bem!”, “Uns chocolatinhos e está resolvido!”;
  • Encontram-se com ar de pânico e cabelos no ar a olhar para as montras e para as prateleiras;

Bom este último se calhar não se aplica só aos “amigos secretos”…
Inúmeros grupos de mensagens que aparecem em todas as plataformas (messenger, whatsapp) com títulos “Jantar de Natal” inundam os nossos telemóveis. Silenciamos tudo em Janeiro, porque “sair do grupo” parece mal, e assim já fica meio trabalho feito para o ano.
Voltando à questão. Se o Natal é para as crianças esta coisa toda das prendas dos amigos secretos é só uma valente dor de cabeça, certo?
Errado! Como é que os adultos justificam não receber nadinha de nada, népias, niente, nothing e ainda assim viver o espírito de Natal? Ah pois é!
“Ah mas o espírito de Natal não são prendas e prendinhas….”
Vão falar do amor e fraternidade e paz e luzinhas (que relembro magoam nos olhos dos míopes)? Balelas. 
Todos recuperamos um bocadinho da magia do Natal quando fazemos esta troca de prendas, esta troca de lembranças aleatórias. Foi o que me disseram quando perguntei o que achavam deste “evento” criado pelos nórdicos deste mundo. 
Aquilo que eu tenho a dizer em relação a esta temática… Quem criou esta forma de troca de prendas arranjou uma desculpa realmente espectacular para os adultos receberem prendas de Natal sem escrever a carta ao Pai Natal.
Porque nós não temos tempo de ir ao correio.
Agora tinha que ser por e-mail…
E não sei se o Pai Natal já se modernizou a esse nível. O “mossse” ainda anda de trenó!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: